Pesquisar

Auditores-Fiscais da DS/BH participam das atividades do Dia Nacional de Mobilização Unificada

 

As atividades do Dia Nacional de Mobilização Unificada, 26 de outubro, na DS/BH foram iniciadas ainda no início da semana, com a visita de diretores do sindicato à deputada federal, Jô Moraes (PCdoB-MG), para solicitar o seu apoio nos pleitos da classe. Nesta quarta-feira, 26, um grupo formado por 17 Auditores-Fiscais da DS/BH encontra-se em Brasília para participar do Dia Nacional de Mobilização Unificada e para reivindicar, junto a outras carreiras de servidores públicos, um tratamento isonômico entre os poderes na previsão orçamentária, a liberação de recursos para a melhoria das condições de trabalho, a reposição salarial e reestruturação das carreiras, a retomada dos concursos públicos e o fim da terceirização nas atividades próprias das carreiras de Estado.

Os Auditores-Fiscais mineiros e dos demais estados brasileiros foram recebidos no período da manhã, no Aeroporto Internacional de Brasília, por integrantes do Comando Nacional de Mobilização, Eduardo Tanaka e João Cunha. Ali mesmo eles começaram a entregar aos passageiros que chegavam à capital federal o material de divulgação da passeata na Esplanada do Ministério, bem como o manifesto contra o PL 1992/07, que, entre outras normas, propõe a criação da previdência complementar dos servidores públicos.

 

 




As atividades iniciaram no período da tarde, por volta das 14 horas quando os integrantes das carreiras dos Auditores-Fiscais da RFB (Receita Federal do Brasil) e do Trabalho, Delegados e Peritos da Polícia Federal, Advogados Públicos Federais e da Polícia Civil do Distrito Federal se concentraram em frente à Catedral onde, auxiliados com carro de som, faixas e apitos, iniciaram uma marcha até o Congresso Nacional por um serviço público de qualidade.





A primeira parada da passeata foi no Ministério do Planejamento. No local, representantes das entidades integrantes da Campanha Salarial 2011 fizeram protestos reivindicando isonomia no tratamento entre os poderes na previsão orçamentária; liberação de recursos para a melhoria de condições de trabalho; reposição salarial e reestruturação das carreiras; e a retomada dos concursos públicos.

A Comissão de Mobilização, representada pelos presidentes das entidades da Campanha Salarial, protocolou ofício para ser entregue à ministra do Planejamento, Miriam Belchior. No documento, além de listarem as reivindicações das carreiras, as entidades solicitam audiência com a representante da pasta.






Do Planejamento, a passeata prosseguiu até o Congresso Nacional, fechando duas faixas da pista na Esplanada. Nem mesmo a forte chuva que caiu na cidade intimidou os participantes da mobilização, que se abrigaram como podiam na Esplanada.


Enquanto alguns representantes das entidades reforçavam as reivindicações em frente ao Congresso, na busca de sensibilizar os parlamentares quanto aos pleitos das carreiras, outro grupo protocolou ofício no Congresso solicitando reunião com os presidentes da Câmara dos Deputados e do Senado Federal.

O mesmo grupo distribuiu panfletos e ofício a diversos parlamentares, pleiteando a inclusão na LOA (Lei Orçamentária Anual) 2012 de montante suficiente para reposição das perdas inflacionárias e o imediato cumprimento do acordo firmado com os servidores da Polícia Civil do Distrito Federal, que prevê a recomposição de perdas inflacionárias no percentual de 13%.



A mobilização ganhou apoio de diversos deputados, entre eles, Chico Alencar (PSOL/RJ), Arnaldo Faria de Sá (PTB/SP), Lourival Mendes (PTdoB/MA), Andreia Zito (PSDB/RJ), Wilson Filho (PMDB/PB), Taumaturgo Lima (PT/AC) e Lincoln Portela (PR/MG). “Vocês têm que fazer isso mesmo, porque esse governo é insensível. Todas as entidades deveriam seguir o exemplo de vocês para mostrar para a sociedade o que está acontecendo no país”, afirmou o deputado Arnaldo Faria de Sá.

O presidente da Câmara, Marco Maia, falou rapidamente com os representantes das entidades na Chapelaria do Congresso Nacional antes de se dirigir para uma reunião. Pedro Delarue lembrou que no dia 1º será feita reunião de avaliação da mobilização, e antecipou que o resultado deve ser positivo.



O CNM (Comando Nacional de Mobilização) também fez uma avaliação positiva do movimento. De acordo com a coordenação do Comando, a categoria atendeu o chamado e participou ativamente das atividades do dia, que se iniciaram no aeroporto e terminaram no Congresso Nacional. O CNM também externou agradecimento aos Auditores-Fiscais que saíram de diversas localidades do país para demonstrar que a Classe está unida.

 

Joomla Templates and Joomla Extensions by JoomlaVision.Com
  • Vídeos

Joomla Templates and Joomla Extensions by JoomlaVision.Com
  • Fotos

Joomla Templates and Joomla Extensions by JoomlaVision.Com
  • Fiança Locatícia

Joomla Templates and Joomla Extensions by JoomlaVision.Com
  • Classificados