Pesquisar

Segunda, 25 Fevereiro 2019 17:25

Empossada a nova Diretoria Executiva da DS BH

Em solenidade realizada na sede da Delegacia da Receita Federal do Brasil em Belo Horizonte, no dia 19 de fevereiro, foi empossada a nova Diretoria Executiva da DS BH gestão 2019/2021, que tem como presidente o Auditor-Fiscal Robson José do Couto.

 

Robson Couto é oriundo da antiga Secretaria da Receita Previdenciária e foi presidente do Sindifisp-MG por dois mandatos, além de ter exercido também cargos de diretor. Sempre participou ativamente das atividades sindicais da categoria e mostra-se uma pessoa preparada e experiente para enfrentar os novos desafios à frente da diretoria da DS BH do Sindifisco Nacional.

Além do presidente empossado, compuseram a mesa de honra o superintendente da 6ª Região Fiscal, Mário José Dehon São Thiago Santiago, o ex-presidente da DS BH gestão 2016/2018, Gabriel Corrêa Pereira e a diretora de Defesa da Justiça Fiscal e da Seguridade Social da DEN, Euzilene Teodozia Rodrigues Ribeiro.

O superintendente da 6ª Região Fiscal, Mário José Dehon São Thiago Santiago, ressaltou que a Receita Federal precisa se reafirmar como órgão socialmente reconhecido e relevante para a sociedade, recuperando o espaço perdido e tornando-se novamente protagonista na construção de um país melhor. Para isso, o superintendente defende a integração entre as categorias que compõem o órgão e a sociedade. Desejou muita criatividade à nova diretoria para enfrentar os desafios que virão e cumprir a importante missão de reunir a categoria.

Gabriel Corrêa iniciou seu pronunciamento agradecendo aos diretores que compuseram a sua equipe nesses três anos de mandato, aos funcionários da DS BH e a toda a categoria que coletivamente contribuiu para a construção de um sindicato mais democrático e participativo.

“Na vida eu nunca perco. Ou eu ganho, ou eu aprendo”. Com essa citação o ex-presidente fez referência ao período em que esteve à frente da Diretoria da DS BH, no qual segundo ele, foi de poucas vitórias, mas de bastante aprendizado.

“Os últimos três anos foram de intensos ataques aos servidores públicos e à Receita Federal. Os Auditores passaram por uma campanha salarial interminável, que quando foi encerrada trouxe como saldo retrocessos e divisões para a categoria. Não foi um período de conquistas, mas sim um período de resistências”, explicou.

Gabriel Corrêa desejou boa sorte aos novos integrantes da diretoria e parabenizou o novo presidente pela coragem em assumir a Diretoria da DS BH em um cenário difícil para os servidores públicos, no qual até mesmo a tradição de anos de se ter um Auditor-Fiscal de carreira no comando da Receita Federal foi quebrada. Parabenizou também os diretores por aceitarem o desafio de levar para a sociedade a importância do papel do Auditor-Fiscal na luta por um sistema tributário mais justo, no combate à sonegação e aos interesses e fraudes que desvirtuam o sistema e a função social do tributo.

A representante da Diretoria Executiva Nacional elogiou os novos diretores e disse que a DS BH pode contar com a DEN para parcerias e para estreitar cada vez mais relacionamentos. Ela desejou uma gestão cheia de bons resultados.

Em seu discurso de posse, Robson Couto expôs os seus projetos para a nova gestão. Falou sobre a importância de trabalhos pela valorização do cargo de Auditor-Fiscal para a construção de uma Receita Federal forte e reafirmou a luta em defesa da Previdência Social como um dos compromissos de seu mandato.

A DS BH permanecerá realizando um trabalho intenso com as demais entidades que compõem a Frente Mineira em Defesa da Previdência Social para que a Reforma da Previdência seja feita com justiça. “A Previdência Social é a menina dos olhos de investidores brasileiros e estrangeiros, pois é a maior distribuidora de rendas do Brasil e a única fonte para vários brasileiros”, pontuou.

O presidente abordou as dificuldades que os dirigentes sindicais enfrentam para desenvolver seu trabalho em prol da categoria. Com a Instrução Normativa nº 2, de 2 de setembro de 2018, em seu artigo 36, as horas não trabalhadas e dedicadas às atividades sindicais devem ser compensadas, o que se torna um fator que dificulta a participação nos eventos e mobilizações sindicais e desestimula que novos Auditores-Fiscais queiram assumir funções como dirigente sindical.

Robson Couto falou ainda sobre a Reforma Tributária que também deverá ocorrer neste ano de 2019, quando os servidores públicos precisam estar atentos, lutando por justiça fiscal, pois um país justo começa com impostos justos. O Brasil é um dos poucos países do mundo que mantém a isenção de Imposto de Renda sobre lucros e dividendos, favorecendo assim os mais ricos e tributando os mais pobres.

O presidente empossado da DS BH conclamou todos os Auditores a participarem efetivamente das atividades do sindicato de interesse da categoria e também daquelas que beneficiam a população brasileira. “Continuamos contando com o apoio dos Auditores-Fiscais para juntos trabalharmos por uma Receita Federal mais forte e respeitada”, concluiu.

O delegado da DRF-BHE, Mauro Luiz de Oliveira foi o anfitrião do evento. Ele parabenizou a nova diretoria e falou sobre a importância do trabalho conjunto na construção da valorização do cargo de Auditor-Fiscal e de uma Receita Federal melhor para a categoria e para a sociedade.

O evento reuniu cerca de 150 convidados. Após a solenidade foi oferecido um coquetel no local.

Joomla Templates and Joomla Extensions by JoomlaVision.Com
  • Vídeos

Joomla Templates and Joomla Extensions by JoomlaVision.Com
  • Fotos

Joomla Templates and Joomla Extensions by JoomlaVision.Com
  • Fiança Locatícia

Joomla Templates and Joomla Extensions by JoomlaVision.Com
  • Classificados